Basel Suíça

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

 

No universo corporativo, Basel é forte em indústria farmacêutica. As principais empresas que se instalaram na cidade são a Roche e a Novartis.

Basel (Basiléia em português) é uma cidade suíça cortada pelo Rio Reno, que fica próxima das fronteiras com a França e a Alemanha. Tem uma frase popular que diz que Basel fica "onde o Rio Reno faz a curva!" rs. O rio vem fluindo quase que em linha reta pela Suíça e quando chega em Basel faz uma curva "brusca" para o norte sentido Alemanha.

Basel é tão perto das fronteiras da Alemanha e da França, que andando pelas ruas a gente vê placas o tempo todo, indicando a direção desses países. É comum dos turistas que se hospedam em Basel incluírem nos passeios turísticos visitas em cidades francesas e alemãs, de tão perto que é.

 

A Capital Cultural da Suíça

A cidade é conhecida principalmente por ser a casa do Art Basel, um dos eventos mais importantes de arte contemporânea do mundo. Muitas fortunas se acumularam em Basel ao longo dos últimos séculos, por isso se concentraram ali várias coleções de artes públicas e privadas. Esse motivo justifica também o grande número de museus de arte em uma cidade relativamente tão pequena. Basel, apelidada de “capital cultural da Suíça”, tem aproximadamente 40 museus, várias galerias de arte e charmosos antiquários.

 

A língua falada é o alemão

Você sabia que não existe o idioma “suíço”? O país é pequeno e faz fronteira com 4 países diferentes (Alemanha, França, Itália e Liechtenstein/Áustria). Por isso, os 3 idiomas oficiais da Suíça são: o alemão, o francês e o italiano. A língua falada em cada cidade vai depender da região em que ela está, mas geralmente a população fala os 3 idiomas.

Assim como em ZuriqueBern e Luzern, Basel é mais uma cidade da Suíça onde se predomina o idioma alemão. Por isso, o nome das ruas e dos pontos turísticos são todos em alemão. É um alemão com sotaque de suíço rs, mas é alemão. 

   Suíça em alemão se escreve Schweiz (pronuncia-se Schwáiz)

 

Centro Histórico

Basel é uma cidade pequena que dá calmamente para ser visitada em 1 dia. Caminhamos sem pressa pelo centro histórico, onde ficam os principais pontos turísticos. O Spalentor é um dos antigos portais da muralha que cercava a cidade e que hoje é a porta de entrada para o centro histórico. 

 

Marktplatz e Rathaus

Caminhamos pelas ruas Falknerstrasse, Barfüsserplatz e Freiestrasse até chegarmos à Praça Marketplatz onde fica a prefeitura. Esse trajeto é bem "medieval", com ruas e construções que são uma gracinha. São as ruas de comércio de Basel. É cheio de lojas.

O prédio da Prefeitura / Câmara Municipal é bem bonito. É uma construção do século 16 todo em arenito vermelho. O telhado é trabalhado com mosaicos coloridos, uma graça!

 

Catedral de Basel

A Basler Münster é uma catedral gótica do século 12. Originalmente era uma igreja católica mas depois da Reforma tornou-se protestante. Assim como o prédio da prefeitura, a Catedral de Basel foi construída com arenito vermelho e telhas coloridas. É uma característica arquitetônica dessa região da fronteira entre França e Alemanha. 

Ao lado da catedral tem uma passagem que leva ao pátio de um mosteiro bem bonito.  

Do terraço da catedral temos uma linda vista do Rio Reno.

Ao redor da catedral tem museus e outros terraços de observação. Já que estávamos com tempo, caminhamos mais um pouco por ali.

 

Ponte Mittlere Brücke

Dos terraços de observação, o que mais se vê é a Ponte Mittlere Brücke. "A ponte do meio" é o símbolo da cidade de Basel. Foi inaugurada em 1226, é uma das mais antigas travessias do Reno. No século 14 ganhou importância com o comércio internacional na região. Uma réplica da velha capela, a chamada “Käppelijoch”, onde na Idade Média criminosos condenados eram condenados à morte, foi erguida no meio da ponte como um lembrete da construção original.

 

A estátua Helvetia auf Reisen

Na base da Ponte Mittlere Brücke, sentada na mureta olhando para o Rio Reno, fica a Estátua da Helvetia em Viagem (Helvetia auf  Reisen). A estátua foi criada em 1980 pela artista plástica suíça Bettina Eichin. 

Helvetia é o nome feminino personificado da Suíça, mais precisamente da região central do país que fica entre a Cordilheira do Jura (ao norte) e os Alpes (ao sul). Esse nome foi dado pelos antigos romanos por causa da tribo dos helvécios que viviam nessa região. Os suíços consideram a Helvetia como sendo a representação da “mãe pátria”.  

A Helvetia geralmente é representada usando um vestido esvoaçante, com o cabelo trançado e uma coroa que simboliza a confederação suíça. Ela carrega uma lança e um escudo com a bandeira do país. 

Mas a Helvetia que Betina Eichin criou é "moderna e viajada". Rodou pela Suíça inteira e chegando em Basel ela descansou, baixando o escudo e a lança e segurando a coroa de flores nas mãos enquanto contempla o Rio Reno. A estátua tem até mala!

Olhando a estátua assim de frente, fiquei imaginando em que ela estaria pensando...

 

Curiosidade:

CH vem de Confederação Helvética, o outro nome dado à Suíça!

  • Por isso que o símbolo da moeda Francos Suíços é CHF. 

  • E nas estradas, a gente vê placas e adesivos nos carros com o símbolo CH

  • Sites e e-mails suíços têm a terminação "ch" (www. .. .ch)

 

Calçadão Unterer Rheinweg

Do alto da ponte podemos ver que nas margens do Rio Reno tem um calçadão muito agradável, cheio de vida e cheio de gente que fica passeando por ele. Esse calçadão se chama Unterer Rheinweg.

É uma via cheia de bancos e restaurantes. As pessoas andam de bicicleta e curtem o rio quando o clima permite. É uma ótima alternativa de lazer ao ar livre em Basel.

 

Leia também:

Zurique e seus Pontos Turísticos

Outras cidades e passeios pela Suíça

Fatos Importantes e Curiosidades sobre a Suíça

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.