Informações e Curiosidades sobre o Egito

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

 

Brasileiros precisam de Visto

E vamos para mais uma aventura: o Egito! Dentro do avião a gente já começou a sentir o clima: Entendemos nada nadica do idioma, óbvio. 

  Até a legenda dos filmes... língua indecifrável para nós meros mortais. 

 

  A cidade do Cairo vista do alto, minutos antes de pousar. 

 

O visto para entrada no Egito pode ser adquirido na chegada no Aeroporto do Cairo mediante o pagamento de uma taxa de US$ 25 dólares por pessoa. 

É um documento bem simples que a gente preenche lá na hora, assim que pousa, antes de passar pela alfândega.

 

Um país para Viajantes, não para Turistas

Nós ficamos 1 semana no Cairo e 1 dia em Alexandria. 

Nossa viagem ao Egito foi marcada por grandes expectativas e também por grandes choques de realidade. Cheguei à conclusão de que o Egito é um país para viajantes e não para turistasAs cidades são um caos! Poluição, trânsito, desorganização e pobreza pra todo lado. 

Teve os lados bons e ruins, mas em geral passar uns dias no Egito foi e sempre será uma experiência positiva e enriquecedora. Eu gosto muito de história da antiguidade e fui bastante interessada nisso, principalmente em vivenciar de perto como é a vida do país tão importante na época dos faraós. 

Mas então o que tem de tão atraente no Egito para que tantos turistas visitem o país?  Bom, a resposta é que lá temos a oportunidade de contemplar alguns dos monumentos mais supreendentes do mundo, como as pirâmides por exemplo, e ver de perto como é a nação que já foi o império todo poderoso na antiguidade.

Leia tudo sobre as pirâmides, clique AQUI

 

A Moeda

O Egito é um país barato para brasileiros viajarem. 1 Real = 2,85 EGP (2021). As notas do dinheiro deles são lindas, mas quando a gente saca nos caixas eletrônicos, não entendemos nada do comprovante do banco, rs.

 

Contrate uma Agência de Turismo com Guia

Sugiro que você contrate uma agência de turismo com um guia que fale inglês. Em uma viagem como essa, em um país com costumes e língua tão diferentes do nosso, é sempre bom ter um guia por perto. Na nossa viagem, isso foi fundamental. A van da agência nos transportou o tempo todo para os lugares. Isso também foi primordial.

O Egito é um país muçulmano. Tivemos muitas dicas do nosso guia de como nos comportar nos lugares, principalmente nas mesquitas, como cobrir os cabelos e ombros com um lenço. Leia sobre a Religião Muçulmana clique AQUI

A política do Egito é conturbada e confusa. Nas ruas vimos o tempo todo policiais fortemente armados. Nós estávamos sempre acompanhados pelo nosso guia, então nos sentimos seguros. É importante saber o que pode ou não pode fazer; onde pode ou não entrar.

 

O Idioma

O idioma egípcio é indecifrável para nós meros mortais. Pouquíssimas pessoas falam inglês no Egito, e quando falam é bem ruim. É imprescindível a presença de um guia com a gente, então contrate um!!! 

Eu escrevi um post falando sobre a dificuldade de se comunicar em países de língua incomum. São regrinhas que eu sigo que dão super certo. Para ler clique AQUI →Dicas de viagem para países de língua difícil

 

O Cartucho em Hieróglifo, uma joia típica

A cultura de vender joias em ouro é uma tradição muito forte no Egito. Há muitas joalherias espalhadas por todos os lados com vitrines maravilhosas, cheias de peças em motivos egípcios. 

Eu comprei lá para mim um colar de ouro com um pingente escrito ANA em linguagem egípcia (hieróglifos). Esse pingente é chamado de cartucho. É uma joia bem típica do Egito e se você tiver a oportunidade, compre uma! É um bom investimento e uma bela lembrança para a vida toda.

 

Uma Viagem na Bíblia

O Bairro Copta no Cairo é uma região histórica muito importante para os cristãos. É onde tem as igrejas cristãs mais antigas do mundo. Passar por aqui é uma verdadeira “Viagem na Bíblia”. 

Igreja de São Sérgio foi construída sobre a gruta que abrigou José, Maria e Jesus por 3 meses quando eles fugiram de Israel à caminho do deserto do Egito (fuga de Eródes). Essa é a cisterna de onde eles tiravam água para viver. 

Sinagoga de Ben Ezra pertence à comunidade judaica. A importância histórica e religiosa desse local é muito grande. Próximo daqui Moisés foi encontrado no rio dentro de um cesto pela filha do faraó. Ela o resgatou e o levou para viver no palácio. De acordo com a bíblia, “Moisés vivia aqui quando ele conversava com Deus e era instruído a seguir Seus passos.” 

Na Igreja Suspensa (Hanging Church) foi relatado que a Virgem Maria apareceu para os fiéis em resposta às suas súplicas.

 

Compras

O mais famoso no Egito são os Bazares. São mercados típicos com barracas de alimentos, temperos, especiarias, roupas, artigos de decoração, joias e souvenirs.

O grande barato do Bazar é pechinchar. A negociação entre vendedor e comprador é intensa e faz parte da rotina deles. Acho que se alguém chegar para comprar sem pechinchar, eles até estranham rs.

Uma coisa que me incomodou bastante, não só no mercado mas em todo o Egito, foi o assédio dos vendedores ambulantes. Eles são muito insistentes, cansativos, chatos mesmo! Mas percebi que é uma coisa comum por lá, e nós turistas temos que saber conviver.

Outra coisa que me chocou: em algumas bancas mais tradicionais, o dono não faz negócio com mulheres, JURO! Eu escolhia a mercadoria e quando ia pagar, o vendedor fazia mímica dizendo que não aceitaria o dinheiro das minhas mãos (Oi?). O pagamento tinha que ser feito pelo meu marido... pasmem hahahaha! Ok, cultura é cultura!

Os Mercados Orientais mais Famosos do Mundo, leia AQUI

 

Mulheres trocadas por Camelos, Aconteceu Comigo!

Antes de viajar para o Egito, eu li bastante sobre a história e sobre os costumes do país. Aliás, isso é uma coisa obrigatória a se fazer antes de viajar para qualquer país cuja cultura local seja bem diferente da nossa.

Em alguns lugares eu havia lido que era comum homens negociarem mulheres em troca de camelos, pois camelo é uma forte moeda de troca pra eles lá. Eu até achei engraçado, mas pensei que era um costume antigo e que isso não mais aconteceria em pleno século 21. Mas eu estava enganada, porque aconteceu comigo. Descobri que eu valho de 5 à 8 camelos!!! kkkk Para ler essa história clique AQUI

 

Fábrica de Tapetes

Todos nós sabemos da fama que o Egito tem em fabricar tapetes de alta qualidade e exportar para o mundo inteiro. É uma arte milenar totalmente manual e familiar que vai passando de geração em geração. Eles usam teares manuais e a qualidade dos fios usados é o melhor possível: algodão egípicio ou pura lã.

Muitas fábricas são abertas ao público com o intuito de mostrar como funciona a cadeia de fabricação de tapetes. E no fim do tour pelas fábricas, há sempre uma imensa loja, com paredes cobertas por tapetes maravilhosos (e caros!) que estão ali prontinhos para serem vendidos. Nós compramos um pequeno. Eu moldurei e o uso como quadro. Não tive a coragem de pisar num artigo daquele, rs.

Assista ao vídeo abaixo:

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.