Santa Sofia Istambul Turquia

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

Santa Sofia Istambul Blog da Ana Cassiano anacassiano.com.br

 

A história da Santa Sofia é incrível! Já foi Igreja Católica Ortodoxa, depois virou Mesquita. Mais tarde tornou-se um Museu e agora recentemente voltou a ser uma Mesquita novamente.

Vista de fora, é como uma mesquita mesmo. Essa cúpula imensa foi construída no século 6, imagina isso!!! Projetada por um médico e um matemático, a arquitetura da Santa Sofia foi revolucionária na época.

A Santa Sofia é considerada uma obra-prima da história da arquitetura. Durante anos serviu de modelo para diversas outras mesquitas de Istambul, principalmente a Mesquita Azul que fica em frente no mesmo endereço.

O nome Santa Sofia significa "Sagrada Sabedoria”. A basílica foi construída no ano 537, quando o Imperador Bizantino Justiniano mandou construir um imponente edifício para servir de Catedral de Constantinopla (atualmente Istambul). Assim, a Santa Sofia serviu de sede da Igreja Católica Ortodoxa por quase mil anos. 

Foi quando, em 1453, o Sultão Mehmet conquistou a cidade de Constantinopla e mandou converter a então catedral em Mesquita. Elementos arquitetônicos otomanos (árabes) e islâmicos foram adicionados à Santa Sofia. As imagens católicas, os sinos e o altar foram removidos e os diversos mosaicos que ilustravam figuras sagradas foram cobertos por gesso. A Santa Sofia passou a exercer a função de Mesquita e permaneceu assim por 478 anos. 

  Belíssimos candelabros suspensos ornamentam o hall central.

A Santa Sofia permaneceu como mesquita até 1931, quando o então presidente da Turquia Kemal Atatürk ordenou que ela fosse secularizada** e transformada em Museu. (**Secularizar → tornar-se neutro, separar a religião dos interesses políticos e governamentais). 

Para que ela fosse restaurada, permaneceu fechada ao público por quatro anos. Os mosaicos bizantinos cobertos por gesso foram recuperados. Revestimentos de mármore e belas pinturas decorativas foram reaparecendo. O excepcional assoalho que estava cimentado foi escavado e recriado gradualmente. E então, em 1935, a Santa Sofia reabriu como um Museu.

Andando pela Santa Sofia, temos acesso ao segundo andar e dá pra ficar pertinho das cúpulas lá em cima! Sensacional! As cúpulas são de tirar o fôlego, cercadas por colunas de mármore e mosaicos maravilhosos.

A mais famosa restauração da história da Santa Sofia foi ordenada pelo sultão Abdul Mejide I em 1847, sob a supervisão dos arquitetos irmãos Fossati. Medalhões gigantes foram pendurados nas colunas centrais com caligrafias e inscritos de nomes de Alá, do profeta Maomé, dos quatro primeiros califas do Islã e de dois dos netos de Maomé. Os medalhões foram feitos pelo calígrafo Kazasker İzzed Effendi, famoso na época.

Nos fascina os desenhos no teto amarelo, originais do século 6 com seus motivos florais e geométricos. Lindo Lindo Lindo! Que lugar!

Estando no interior da Santa Sofia (que tem cara de mesquita), a gente identifica claramente as referências católicas de quando ela era uma catedral ortodoxa. É muito interessante ver características de religiões tão conflitantes todas juntas num mesmo lugar. Imagine uma mesquita islâmica com altar católico e pinturas de santos no teto? Uma loucura maravilhosa!

Pinturas folheadas a ouro retratando figuras cristãs podem ser vistas no teto, como Maria com o menino Jesus em seus braços rodeada pelos arcanjos Miguel e Gabriel. 

Em um dos seus corredores laterais da Santa Sofia, há uma pilastra coberta de metal com um buraco no meio. Diz a lenda que quem colocar o polegar no buraco e girar a mão, terá um desejo realizado. Antes que me viesse a dúvida se funcionava ou não, deixei lá o meu pedido!

 

Em 2020 a Santa Sofia volta a ser uma Mesquita - Veja as consequências disso

Em 10 de julho de 2020, o Conselho de Estado da Turquia revogou o status de Museu da Santa Sofia, e um decreto do presidente Recep Tayyip Erdoğan a reclassificou como Mesquita novamente. A decisão ocorreu após o tribunal anular o decreto de 1934 que havia transformado a Santa Sofia em museu. Sendo assim, a Santa Sofia será entregue para os cuidados das autoridades religiosas muçulmanas. 

   Foto: Murad Sezer/Reuters

 

O decreto desagradou ao Papa Francisco e aos patriarcas das Igrejas Ortodoxas russa e grega. A Unesco protestou, assim como acadêmicos que lidam com a arte bizantina. Como museu, a Santa Sofia recebia milhares de visitantes por ano. Mas como mesquita, só será frequentada por muçulmanos em dias de oração. 

Há 18 anos no poder, o presidente Recep Tayyip Erdoğan parece ter encontrado um motivo para desviar a atenção das pessoas da grave crise econômica que a Turquia vem atravessando. Além da pandemia do novo coronavírus, o país caminha para a segunda recessão em menos de dois anos. 

Assim, a Turquia deixa de ser Secular, ou seja, antes não misturava assuntos religiosos com política. Mas parece que isso mudou, infelizmente.

 

Informações de Acesso

  A Santa Sofia iluminada à noite, linda!

 

Quando eu visitei a Santa Sofia, ela ainda era um Museu. Agora como Mesquita, não sei como será a entrada de visitantes. 

O preço da entrada era 60 Liras Turcas (Cerca de 40 Reais). Comprei o Istambul Pass que dava direito a entrada em vários outros pontos turísticos. Vale à pena, pois sai mais barato. Para comprar o Istambum Pass clique AQUI→muze.gen.tr/MuseumPasses

Site oficial da Santa Sofia →https://muze.gen.tr/muze-detay/ayasofya

 

Leia também:

Istambul e seus Pontos Turísticos

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.