Mulheres são trocadas por camelos - Egito

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

Antes de viajar para o Egito, eu li bastante sobre a história e sobre os costumes do país. Aliás, isso é uma coisa obrigatória a se fazer antes de viajar para qualquer país cuja cultura local seja bem diferente da nossa.

Em alguns lugares eu havia lido que era comum homens negociarem mulheres em troca de camelos, pois camelo é uma forte moeda de troca pra eles lá. Eu até achei engraçado, mas pensei que era um costume antigo e que isso não mais aconteceria em pleno século 21. Mas eu estava enganada, porque aconteceu comigo.

A “Proposta Indecente” aconteceu no bazar Khan El Kalili no Cairo. Enquanto eu escolhia alguns artesanatos em uma banca do mercado, vi de longe que meu marido conversava atentamente com um egípcio. O assunto aparentemente era sério porque os dois gesticulavam bastante. Estava na cara que era uma negociação. Pensei que se tratava de alguma compra de souvenir e no início achei normal.

Mas um fato me chamou a atenção. Como eles estavam conversando há um certo tempo, com certeza a conversa era em inglês, porque meu marido não fala egípcio. E quem fala inglês fluente no Egito? Nem nosso guia falava! Com certeza era alguém "diferente". Era alguém “influente e de posses” digamos assim, rs. 

Então me aproximei e fui logo perguntando qual era o assunto.

_ Ana, esse senhor aqui está querendo que eu troque você por 5 camelos!

_ ........ (Silêncio)

_ É Ana, ele disse que você vale 5 camelos!

Bom, em questão de segundos, passou um filme na minha cabeça e eu entendi o que estava acontecendo. Graças ao que eu havia lido sobre a cultura deles lá, percebi que de certa forma se tratava até de um elogio, rs. Ora, se algum egípcio se propõe a trocar parte da sua “frota” de camelos por uma mulher, é sinal de que ele vê alguma vantagem nisso, seja ela qual for. 

Mas lembrei também de uma declaração dada pela atriz Vera Fischer enquanto ela gravava cenas da novela “O Clone” no Marrocos. Na ocasião, haviam oferecido por ela 50 camelos!!!! E para mim foram só 5? Mas tudo bem né gente, ela é musa! Nesse caso, eu até entendo a diferença de cotação e de valorização de mercado, rs.

  Giovanna Antonelli e Vera Fischer em "O Clone".

 

Eu ainda estava me recuperando do que havia me acontecido momentos antes, ali mesmo no bazar. Em algumas bancas mais tradicionais, os donos não fazem negócio com mulheres, JURO! Eu tinha gostado de um espelho lindo, com moldura tipo um quadro. Quando abri a bolsa para pagar, o senhorzinho fez mímica dizendo que não aceitaria o dinheiro das minhas mãos (Oi?). O pagamento teve que ser feito pelo meu marido... pasmem hahahaha! 

Voltando ao assunto dos camelos, não vou entrar aqui no mérito do machismo, da desvalorização da mulher nem da realidade que acontece no “mercado negro” por trás daquelas bancas do bazar. O fato é que na nossa situação, nós levamos na esportiva. Quando percebemos que a coisa era de verdade mesmo, tentamos quebrar o clima levando na brincadeira, uma malícia infalível que nós brasileiros temos e que sempre dá certo.

Na altura do campeonato, o tal egípcio já estava me chamando até de Queen (rainha).

Fui logo me impondo:

_ Olha moço, se meu marido aceitar a sua oferta, vou querer vida de rainha mesmo viu! (Eu já me achando a Cleópatra!) Quero ouro, joias, pirâmides e viver deitada numa espreguiçadeira comendo uvas!

   Expectativa, kkkkkk

 

Então ele disse:

_ My queen, aqui no Egito o que mais vale é camelo e areia, e isso eu tenho bastante!

Vixi, já pensou? Eu tipo uma Tuareg vivendo no deserto a vida toda? Não quero não kkkk.

  Expectativa x Realidade, rs

 

Eu fiquei pensando, qual seriam os critérios de avaliação para saber quantos camelos vale uma mulher? Tamanho? Peso? Beleza? Ou quantas línguas ela fala, o quanto estudou, qual a sua profissão! Porque gente, é impressionante, o cara bate o olho e já joga o valor! Será que tem uma tabela de preço?

Brincadeiras à parte, o final dessa história foi o seguinte: dentro da van de turismo voltando para o hotel, fui conversando com meu marido. Ele disse que antes de eu interferir na conversa, a negociação já tinha chegado em 8 camelos! (Olhaaaa!!!!) Mas a preocupação dele era, como levar os camelos para o Brasil, como e onde criar os bichos, como ganhar dinheiro com eles, etc. E como a logística estava ficando complicada demais, ele decidiu ficar comigo mesmo e achou melhor negar a oferta do tal egípcio... ... ... ...

 

Leia também:

Nossa viagem pelo Egito

Aconteceu Comigo! Autorização do marido para a esposa consumir bebida alcoólica (Istambul)

Informações e Curiosidades sobre o Egito

Os Mercados Orientais mais Famosos do Mundo

Outras crônicas minhas de viagens

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.