Bruges Bélgica

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

 

Bruges é uma cidade bastante visitada por turistas que vão à Bélgica. Fica à apenas 97 Km de Bruxelas (1 hora de carro) com a cidade de Ghent no meio do caminho, que também é bastante visitada. 

1 dia é suficiente para conhecer os lugares mais legais de Bruges. A cidade é pequena, dá pra fazer tudo à pé. Se puder, procure pernoitar por lá pelo menos por uma noite. Bruges é linda, charmosa e romântica iluminada à noite! 

Bruges é conhecida como “a Veneza do Norte” por causa dos passeios de barco pelos belos canais. 

O Centro Histórico é desde o ano 2000 Patrimônio da Humanidade por causa da sua arquitetura medieval bem conservada. 

Quanto mais vamos nos aproximando da fronteira, mais com cara de Holanda a Bélgica vai ficando, principalmente na arquitetura e na língua falada e escrita. Eu costumo dizer que a Bélgica é uma elegante mistura entre França e Holanda.

Como toda a Bélgica, Bruges se destaca pelo chocolate, pela boa cerveja e pelos artesanatos feitos de Renda. À seguir, vou mostrar como foi nosso passeio pela cidade.

 

Grote Markt

Começamos pelo centro histórico. Na Bélgica, toda praça que se chamar “Grote Markt” significa centro histórico, praça principal e marco zero da cidade. A Grote Markt de Bruges é rodeada por prédios de fachadas lindíssimas de diferentes estilos arquitetônicos como gótico, renascentista e barroco. No meio da praça ficam as estátuas de Jan Breydel e Pieter de Coninck, líderes locais da milícia flamenca que venceram a batalha em 1302 contra os franceses.

A construção que mais chama a atenção na praça é o prédio do Provinciaal Hof, sede do governo da província. O belo edifício foi construído em 1887 em estilo neo-gótico.

No meio da praça tem uma torre do século 13 com 83 metros de altura. É um campanário (também chamado de Belfort) com um carrilhão de 47 sinos. Serve como observatório da cidade. Pode subir os 366 degraus de uma escada super estreita e ter uma vista panorâmica lá de cima. Preço: 5 euros. 

Praça Burg fica exatamente ao lado da Grote Markt. Nela fica a Stadhuis (prefeitura) em um belo prédio do século 14.

  A praça do Burg vista do alto do campanário.

 

Ao lado do prédio da Prefeitura fica a Basílica do Sangue Sagrado. Ela é famosa por guardar uma urna que supostamente contém gotas do sangue  de Cristo, que teria sido trazida de Constantinopla (Istambul) no começo do século 12. Ela é muito procurada pelos turistas e está sempre cheia de gente.

 

Os outros prédios em torno das praças Burg e Grote Markt funcionam como lojas e restaurantes. Tudo ali é mais caro, do tipo "pega turista". Não caia na armadilha de comprar algo por lá. Pela cidade existem outros lugares bem mais interessantes e mais em conta para comer e comprar souvenirs. No final desse post vou dar uma boa dica.

 

As ruas Steenstraat e Wollestraat

Saindo da Grote Markt duas ruas no centro me chamaram bastante atenção por serem movimentadas, cheias de lojas mas mesmo assim mantêm a aparência medieval. Achei as ruas Steenstraat e a Wollestraat bastante simpáticas e agradáveis para uma caminhada, apesar do grande número de turistas.

Andando por ali dá para sentir o real lifestyle de Bruges. Sentamos em uma cafeteria ao redor da praça Simon Stevin para tomar um café e fazer uma pequena pausa no passeio. Foi bom para observar o movimento.

 

Rozenhoedhaai

Esse é o local que aparece quando você procura por Bruges no google images. Às margens do canal Dijver fica essa curva do rio que é muito simpática para tirar fotos. O lugar também é chamado de Quai du Rosaire porque no passado rosários (terços) eram vendidos ali.

Saindo da praça Grote Markt é só pegar a rua Wollestraat que a gente já chega no Quai du Rosaire. Tem muitos restaurantes, lojinhas e cervejarias por perto. É um lugar bastante turístico e movimentado de Bruges.

Deste ponto saem os passeios de barco pelos canais que rodam a cidade. O passeio custa 8 euros por pessoa e dura 30 minutos.

 

Igreja de Nossa Senhora

Bruges possui museus e igrejas que funcionam juntos no mesmo lugar. Achei isso bem interessante. A mais famosa delas é a Igreja de Nossa Senhora do século 13. No seu altar fica a estátua de mármore "Virgem Maria com criança" de Michelângelo esculpida em 1504. 

Atrás do altar-mor encontra-se os túmulos de Carlos, Duque de Borgonha e de sua filha Maria que viveram no século 15. Essa região da Bélgica fazia parte da Borgonha (norte da França). Para entrar na igreja tem que pagar 6 euros.

No mesmo lugar funciona o Gruuthuse Museum. O pátio que abriga o museu e a igreja é belíssimo, parece que estamos dentro de um burg medieval. A torre possui um pináculo e mede 116 metros de altura. é a construção mais alta de Bruges.

Ao lado da Igreja de Nossa Senhora fica a pequena Ponte Bonifácio. Foi construída em 1910, mas tem um estilo arquitetônico que a faz parecer bem mais antiga. A ponte atrái uma quantidade enorme de turistas, chega a dar fila para atravessá-la!

 

Cervejaria De Halve Maan

A famosa cervejaria de Bruges é a Da Haalve Maan (Meia Lua). Ela tem 3 cervejas premiadas mundialmente: a Brugs Zot, a Brugs Tarwebier e a Straffe HendrikA gente encontra essas cervejas por toda a parte na Bélgica, mas o melhor lugar para tomá-las é sem dúvida na própria cervejaria. O lugar é super charmoso. Tem um restaurante espaçoso que serve cervejas e comidas típicas. Comemos lá e não achei caro.

Eles oferecem um tour guiado que pela cervejaria. No final a gente ganha um copo do lugar, que é lindo. 

O tour custa 8 euros. A gente sobe até o telhado do prédio, de onde temos uma linda vista da cidade. Para reservar o tour clique →AQUI

Site oficial da Cervejaria →https://www.halvemaan.be/ 

 

Begijnhof e o Lago do Amor

O Begijnhof é uma área bastante calma, cheia de verde e casinhas brancas protegidas por um muro e voltadas pra um jardim central, onde há uma capela muito bonita erguida em 1245 pela ordem das Beguinas (monjas da ordem de São Bento). A área é patrimônio da Unesco. A capela tem um altar barroco muito bonito e um órgão de 1754, no qual as monjas celebram a liturgia diariamente. No local também funciona um museu. 

Ali se prega o silêncio e a contemplação. canal Groenerei que passa no meio é calmo, cercado de árvores e construções medievais. 

Ali perto tem um parque enorme (o Minnewater Park) com um lago no meio, o Lago do Amor, que está sempre cheio de cisnes. Ele leva esse nome por causa do grande número de casais que vão namorar por lá sentados nos bancos ao redor.

 

Dica de Compras

Como eu já disse, Bruges é famosa por causa dos Chocolates e das Cervejas feitas por lá. Mas as lojinhas para turistas espalhadas pela cidade são muito caras, "arrancam o couro" da gente na hora de pagar. Então vou dar uma dica legal aqui, que eu fiz lá e funcionou super bem: Comprei esses ítens NO SUPERMERCADO! 

Sim, nas ruas tem vários mini-mercados express (eu vi o Carrefour) onde vendem quase que os mesmos produtos, com bastante variedade e com preços excelentes e justos. Principalmente se quiser comprar em grande quantidade para presentear alguém. Compramos vários chocolates e garrafas de cervejas!

Mas claro, não deixe de degustar chocolates e cerveja em algum estabelecimento durante o passeio. Essa dica serve para quem quiser comprar em maior quantidade. Mas entre SIM nas lojinhas típicas para conhecer.

 

Leia também:

Bruxelas e seus Pontos Turísticos

Outras cidades e passeios pela Bélgica

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.