Washington DC - USA

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

 

Washington D.C (District of Columbia) é a capital dos Estados Unidos. Em 3 dias dá pra gente conhece bastante coisa da cidade. 

Antes de viajar eu li o livro "O Símbolo Perdido" de Dan Brown. A história é sobre a Maçonaria e acontece toda em Washington. O final é surpreendente! "... Estando nessa cidade, preste atenção no que os primeiros raios de sol da manhã podem lhe revelar..." É um livro ótimo, eu recomendo!

 

O significado de um Obelisco + uma Cúpula juntos

Um obelisco em frente a uma cúpula gigante! Este layout pode ser encontrado nas principais cidades do mundo. Não é coincidência. Isso tem um significado! 

Em quase todas as culturas, a cúpula é associada ao feminino, ao útero, à matriz. Em oposição a ela está o obelisco, símbolo fálico que representa o masculino. A união desses dois gera uma certa energia. Muitas teorias afirmam que pirâmides, cúpulas e arcos podem armazenar, extrair ou difundir a energia que os cercam. 

O tema da união dos princípios masculino e feminino é muito comum na arquitetura ocultista e é facilmente reconhecível. Só para citar alguns exemplos, o Capitólio dos Estados Unidos em Washington, Largo da Concórdia em Paris, Praça de São Pedro no Vaticano, Astana capital do Cazaquistão e muitas outras cidades.

 

National Mall

As melhores atrações de Washington ficam ao longo da National Mall, que é uma praça retangular comprida (a distância entre uma extremidade à outra é de 4 Km). Caminhar por ela é um passeio muito agradável e dá perfeitamente para fazer à pé. Ao longo da National Mall ficam o Capitólio dos Estados Unidos, a Casa Branca, o Obelisco de Washington e os memoriais de Abraham Lincoln e Thomas Jefferson, além de vários museus importantes.

  A National Mall vista do alto do Obelisco.

 

O Capitólio

O Capitólio dos Estados Unidos é um prédio lindo, totalmente branco em estilo neoclássico com uma cúpula gigante e imponente. É o centro do poder legislativo do governo americano. Nele funcionam o Congresso e a Câmara, onde trabalham os Senadores e Deputados

Em frente ao Capitólio tem um espelho d'água e uma bela praça, a Union Square, onde fica o maior monumento equestre dos Estados Unidos, o General Ulysses S. Grant Memorial, que homenageia o Comandante da Guerra Civil dos Exércitos da União, que também foi presidente por dois mandatos (1869-1877 ).

  Ao redor do Capitólio tem um gramado muito bonito.

 

  O Prédio da Suprema Corte Americana também fica nos arredores.

 

O Capitólio foi construído usando o trabalho de escravos (triste né!). A cúpula é o elemento mais chamativo do complexo. Ela foi inspirada nos ideais arquitetônicos da Europa (Catedral de Saint Paul de Londres, Basílica de São Pedro no Vaticano e no Panteão em Paris). O projetista Thomas Walter esboçou os primeiros desenhos do que mais tarde seria uma das cúpulas mais famosas do mundo. 

  Parte de trás do prédio do Capitólio.

 

George Washington inaugurou a pedra fundamental do Capitólio em 1793. A pedra está localizada perto da escadaria que dá acesso a um túnel subterrâneo que liga o Senado à Biblioteca do Congresso. Não se sabe se esta é realmente a pedra fundamental original, mas foi gravado com um símbolo maçônico e encomendado em 1893 (100 anos após a sua colocação).

Em 1863 foi anexado ao topo da Cúpula a Estátua da Liberdade feita por Thomas Crawford. É uma figura feminina que mede 6 metros de altura e fica sobre um globo de ferro onde está escrito o lema nacional, E pluribus Unum (do Latim, "Entre muitos, Um"). A estátua fica a 88 metros do chão e apesar de se chamar Liberdade, foi ali colocada por escravos afro-americanos.

Atentado terrorista: Na manhã de 11 de setembro de 2001, enquanto aviões eram lançados contra os prédios das Torres Gêmeas de Nova Yorque, houve-se a suspeita, depois confirmada, de que o voo 93 da United Airlines estaria indo em direção ao Capitólio para se chocar contra ele. O avião, contudo, caiu no condado de Somerset na Pensilvânia, após passageiros tentarem assumir o controle da aeronave, iniciando um confronto com os sequestradores.

O Capitólio pode ser visitado por dentro. Eu super recomendo esse passeio. É um tour guiado cheio de história. E é grátis! Mas tem que agendar com antecedência através do Site oficial do Capitóliohttps://www.visitthecapitol.gov/

Antes de entrar no prédio, a gente passa por uma revista de segurança com raio X. Então chegamos no Hall Central do Centro de Visitantes. No balcão de atendimento, trocamos nosso voucher da reserva feita online por um adesivo que colamos na roupa indicando o horário de entrada do nosso grupo. Para que tudo isso dê tempo de ser feito antes da sua hora agendada, chegue antes!

  No hall de entrada tem uma réplica em tamanho natural da Estátua da Liberdade, a mesma que fica no alto da cúpula lá fora.

Quando nosso grupo é chamado, o tour começa. Na verdade, essa parte do Capitólio funciona como um museu. A gente assiste a um filme de introdução de 13 minutos que conta um resumo da história até a construção do Capitólio. Depois do video, a gente caminha pelo prédio passando por várias alas com pinturas e estátuas que contam a história dos Estados Unidos e de seus presidentes. 

Aqui fica a Rotunda do Capitólio, exatamente sob aquela maravilhosa cúpula gigante que chama tanta atenção pelo lado de fora. A cúpula por dentro impressiona! Olhando para o alto, vemos a famosa pintura "The Apotheosis of Washington" de Constantino Brumidi pintada em 1865, que retrata o presidente George Washington como um deus, cercado de mulheres que representam Liberdade, Vitória e Fama. 

Para quem leu o livro do Dan Brown, "O Símbolo Perdido", é aqui na Rotunda do Capitólio que Robert Langdon encontra a mão apontando para o teto, logo no comecinho do livro. 

Fiz um video mostrando como é dentro do Capitólio, assista:

 

Senado Americano e Biblioteca do Congresso

Dentro do Capitólio também ficam o Senado Americano e a Biblioteca do Congresso

A ala do senado foi concluída em 1800, e a ala da Câmara em 1811. Apesar da construção ainda incompleta, o Capitólio teve sua primeira sessão do Congresso em 1800. O legislativo foi transferido para Washington prematuramente por desejo do então presidente John Adams. Seu objetivo era cortejar os estados do sul, na esperança de conseguir votos suficientes para ser reeleito.

 Senado dos Estados Unidos.

 

Para chegar à Biblioteca do Congresso temos que passar por um túnel que liga os dois prédios pelo subterrâneo.

O prédio da Biblioteca do Congresso é liiindo!!! Ele foi inaugurado em 1800 quando o presidente John Adams assinou um Ato do Congresso transferindo a sede de governo nacional da Filadélfia para a nova capital federal, Washington DC. É a instituição cultural mais antiga dos Estados Unidos. 

A biblioteca é aberta ao público em geral para pesquisa acadêmica, inclusive para os turistas. É a maior biblioteca do mundo, tanto em espaço quanto em número de livros. A Biblioteca do Congresso possui um acervo imenso e riquíssimo, com mais de 155 milhões de itens, entre livros, manuscritos, jornais, revistas, mapas, vídeos e gravações de áudio, incluindo materiais disponíveis em 470 idiomas.

A Biblioteca possui também a maior coleção de livros raros da América do Norte, incluindo uma das quatro cópias restantes da Bíblia de Mainz (Alemanha) escrita por Gutenberg em um pergaminho. Essa é considerada a impressão mais importante da tradução da Bíblia do Latim (que só a igreja entendia) para outra língua, deixando a Bíblia mais acessível para as outras pessoas. Datada de 1455, essa Bíblia é uma relíquia que marca o início da produção em massa de livros no ocidente.

   O prédio da Biblioteca do Congresso por fora.

 

Memorial à Abraham Lincoln

É o monumento onde fica aquela estátua gigante do Presidente Abraham Lincoln sentado numa cadeira, cercado de colunas gregas. Fica ao ar livre e é aberto ao público.

Abraham Lincoln foi o 16º presidente dos Estados Unidos. Ele liderou o país na Guerra Civil em 1861. Aboliu a escravidão, mas pagou com a própria vida. Lincoln governou de 1861 à 1865 quando foi assassinado.

Depois da sua morte, começaram os planos para construir um monumento em sua homenagem, que foi concluído em 1922. O arquiteto foi Henry Bacon e o pintor dos murais internos foi Jules Guerin. A estátua foi esculpida pela firma Piccirilli Brothers através do projeto do escultor Daniel Chester French em mármore branco da Geórgia.

Há uma lenda associada ao memorial, em que a estátua de Lincoln é mostrado usando a linguagem de surdos para representar suas iniciais, com sua mão esquerda moldada para formar um "A" e sua mão direita para formar um "L". Fato é que o escultor Daniel Chester French estava familarizado na época com a American Sign Language e poderia ter homenageado Lincoln por assinar a lei que deu aos surdos e deficientes auditivos o direito de cursarem uma universidade e terem um diploma de ensino superior reconhecido pelo governo federal. 

A estátua de Lincoln tem uma feição reflexiva, sentada sobre um trono e com as vestes do homenageado, porém foram adicionados adornos semelhantes aos antigos memoriais romanos. O rosto de Lincoln está voltado diretamente para o National Mall, como se ele estivesse observendo tudo dali. Logo acima da estátua está escrito: 

"Nesse Templo, assim como nos corações das pessoas pelas quais ele salvou a união, a memória de Abraham Lincoln está consagrada para sempre"

Por causa da iluminação que recebe, o Memorial de Lincoln é sensacional à noite. As pessoas ficam sentadas na escadaria apreciando a paisagem.

Da escadaria temos uma vista linda do famoso espelho d’agua, palco de muitos eventos cívicos importantes, como o discurso I have a dream” de Martin Luther King.

   Ao fundo, o Obelisco (Memorial à George Washington).

 

Memorial à Thomas Jefferson

Thomas Jefferson foi o 3º presidente dos Estados Unidos e autor da Declaração da Independência Americana. Ele foi o 1º presidente a ser empossado em Washington DC. Governou a América de 1801 à 1809.

O memorial é aberto ao público e está localizado em um parque bem bonito e movimentado, com uma linda vista para o Lago Tidal BasinQuando concluído, o memorial ocupou um dos últimos lugares ainda desocupados de Washington.

Até 1930 havia em Washington monumentos em homenagem a outros presidentes americanos, incluindo Abraham Lincoln e George Washington. Então o presidente Franklin Roosevelt achou que Thomas Jefferson também merecia um monumento. E foram iniciados os projetos. 

O monumento foi construído entre 1939 e 1943, um edifício neoclássico projetado por John Russell Pope. O estilo arquitetônico foi inspirado no Panteão de Roma. A estátua de bronze de Thomas Jefferson foi adicionada no interior apenas em 1947.

A inscrição na frisa sob a parte interna do domo declara: "Eu jurei sobre o altar de Deus eterna hostilidade contra qualquer forma de tirania sobre a mente humana". Essa declaração está em uma carta de Thomas Jefferson enviada a Benjamin Rush no ano de 1800, onde reafirmava seu compromisso com a formação de um Estado laico.

Nas paredes do memorial tem trechos de discursos e das cartas que Thomas Jefferson escreveu, principalmente as que fazem parte da Declaração de Independência dos Estados Unidos.

  Daqui temos uma linda vista do lago Tidal Basin, com o obelisco de Washington lá trás.

 

 

A Casa Branca

Para quem vem a Washingthon DC, uma das principais atrações a ser visitada é a Casa Branca. É a residência oficial do Presidente dos Estados Unidos e onde ele trabalha. O edifício foi construído em 1792 e tem sido a residência executiva de todos os presidentes desde o mandato de John Adams

Talvez seja um dos prédios mais decepcionantes para os turistas. A grande maioria vem à cidade esperando um prédio enorme, elegantíssimo e se depara com uma “Casinha Branca”. Mas uma foto em frente à essa Casa não pode faltar né! Se vc quiser conhecer por dentro, tem que agendar com antecedência. Leia sobre visitas na Casa Branca AQUI

 

Pentágono

O Pentagono é o prédio da Inteligência, Espionagem e Forças Armadas dos Estados Unidos. Foi construido em 1941 durante a Segunda Guerra Mundial. O departamento de guerra precisava de um espaço onde a equipe pudesse trabalhar junta e comandar o exército. Então o Brigadeiro General Brehon Somervell teve a idéia de construir um prédio que abrigasse as 5 forças armadas sob um único teto (Exército, Marinha, Aeronáutica, Fuzileiros Navais e Guarda Costeira). Assim surgiu o conceito do Pentagono. 

O interessante é que o prédio foi projetado para as pessoas que ali trabalham terem uma locomoção eficiente. Ocupa uma área de 340,000 m2, tem 5 andares e seus corredores somam 30 quilômetros de extensão, mas são necessários apenas sete minutos de caminhada para se locomover de um ponto extremo ao outro!

Aqui o Presidente tem total controle. É um dos lugares mais vigiados do mundo! Andando por ali, a gente se sente super vigiado mesmo. Tem um milhão de câmeras!

Atentado terrorista: O prédio do Pentágono foi atingido por um avião da American Airlines naquele terrível atentado de 11 de setembro de 2001, quando outros 2 aviões também atingiram as torres gêmeas do World Trade Center. 

   Foto da internet.

 

Por isso, hoje em dia o Pentágono tem um memorial às vítimas, com o nome delas escrito em lápides curvas com água corrente e iluminação especial. O memorial é aberto ao público (Grátis). Vale à pena visitar.

 

Obelisco, Memorial à Washington

George Washington foi o primeiro presidente dos Estados Unidos. Em homenagem a ele, foi construído um obelisco gigante que fica exatamente no meio da cidade. 

O Memorial à Washington é o maior obelisco do mundo, com 170 m de altura. Foi construído na forma de um obelisco egípcio, evocando a atemporalidade das civilizações antigas. O Monumento foi projetado por Robert Mills e finalmente concluído por Thomas Casey e o Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA. 

Levou 30 anos pra ser construído e por isso, há uma diferença na cor do mármore a partir de 1/3 da estrutura, por causa do tempo que a construção ficou parada. A estrutura foi concluída em duas fases, uma privada (1848-1854) e outra pública (1876-1884). 

Ele foi inaugurado oficialmente em outubro de 1888 e na época era a mais alta estrutura do mundo, até o ano seguinte, quando a Torre Eiffel foi terminada.  

Dá para entrar e subir no monumento (de elevador) e ter uma visão lindíssima da cidade. É GRÁTIS! Para isso é preciso agendar com antecedência pelo site oficial →https://www.nps.gov/wamo/index.htm

Assim que entramos no obelisco, vemos pedras comemorativas inseridas nas paredes com brasões de grupos cívicos, mensagens de apreço dos admiradores de Washington e nome de doadores que contribuíram para a construção do monumento em sua fase de financiamento privado. 

Um monumento tão grande, tão alto e pesado teve toda uma engenharia para ser construído. Lá dentro eles expõem as etapas da construção. O mais interessante foi afinalização de tudo, como a colocação de uma ponta de alumínio no topo do obelisco. Nela há inscritos com os nomes de quem ajudou na construção e as datas das etapas de cada processo. 

  Parece que não tem nada, mas a ponta de alunínio está lá!

 

A gente sobe até o topo por um elevador super rápido. Chegando no topo, o espaço é bem pequeno e apertado. Por isso sobem grupos com um número pequeno de pessoas de cada vez. É possível observar a cidade por janelinhas que cabem no máximo três pessoas e com uma grossa camada de vidro. 

Observe que os prédios da cidade são todos baixinhos, por causa de uma lei que proibe a construção de prédios mais altos que o Capitólio. Abaixo, mostro a vista dos 4 cantos de Washington:

  A praça National Mall e o Capitólio lá no fundo.

 

   A Casa Branca.

  O Monumento à Abraham Lincoln.

 

 O Monumento à Thomas Jefferson.

Assista ao video abaixo:

 

Museu Aeroespacial

O Museu do Ar e do Espaço é um dos museus mais visitado do mundo. Fica na National Mall e é o mais popular dos museus do instituto Smithsonian. Esse museu tem a maior coleção de aeronaves e naves espaciais de todo o mundo e todas em exposição são as originais mesmo (não são réplicas).

A parte do museu que eu mais gostei foi a “Jornada do Homem à Lua”, que mostra o módulo de comando Columbia da Apollo 11, a missão que levou os astronautas Neil Armstrong e Edwin Aldrin à lua. 

Os astronautas trouxeram rochas lunares para serem estudadas, e depois colocaram em exposição aqui no museu. Podemos tocar nelas!

              Tocando a rocha lunar.

 

O museu é gratuito. Vale super à pena visitá-lo. Mas para isso, é preciso pegar ingressos com antecedência pelo site oficial →https://airandspace.si.edu/

Tour virtual →CLIQUE AQUI

 

National Gallery of Art

  Foto: Wikipedia.

 

Em frente ao Museu Aeroespacial fica outro museu, o National Gallery of Art. A visita também é gratuita. Solicite o ingresso pelo site oficial →https://www.nga.gov/visit/reopening.html

A Galeria Nacional de Arte está entre os 10 museus mais visitados do mundo. Possui uma bela coleção de arte italiana e uma das melhores colecções de pintura e escultura ocidentais no mundo. O museu funciona num prédio belíssimo de arquitetura grego-romana.

 

Museu de História Natural

Foi nesse museu que foi gravado o filme "Uma noite no museu 2". Assista ao trailer, clique AQUI

Logo na entrada, a gente se depara com um enorme elefante empalhado. A Ala dos Dinossauros também é muito boa. 

Como a maior parte das atrações que fazem parte do National Mall são mantidas pela Smithsonian, o Museu de História Natural tem entrada gratuita. Para solicitar o ticket tem que entrar no site oficial →https://naturalhistory.si.edu/

   Estátua do cientista Joseph Henry

 

A coleção do Museu de História Natural totaliza mais de 125 milhões de espécies de plantas, animais, fósseis, minerais, rochas, meteoritos e objetos culturais humanos. No 2º piso tem uma linda e impressionante coleção de gemas e pedras brasileiras, e o maior diamante do mundo. É muito interessante. As alas mais procuradas são as que expõem mamíferos dissecados, alguns dos quais foram colecionados pelo Presidente Roosevelt. Tem também a ala da Evolução da Terra e do cine IMAX, que projeta filmes sobre a vida selvagem, geografia e natureza.

 

Visita virtual pelo museu →CLIQUE AQUI

 

Smithsonian Castle

A Smithsonian é uma instituição sem fins lucrativos. Leva esse nome por causa do cientista fundador, James Smithson, que doou tudo que tinha para o governo, transformando em museus públicos e gratuitos. A instituição foi fundada em 1835 e tem uma história bastante interessante. Clique AQUI para ler

O Castelo Smithsonian foi concluído em 1855 e é a sede da Instituição Smithsonian. O castelo funciona como um Centro de Visitantes. É um excelente ponto de partida para a longa jornada que é visitar os vários museus. Aqui podemos planejar as visitas, consultar quais exposições estão rolando em cada museu, decidir o que ver e fazer, além de passear pelo castelo que é lindo e do século 19.

Site oficial do Castelo Smithsonian/Centro de Visitantes →https://www.si.edu/museums/smithsonian-institution-building

 

Georgetown

A maioria das pessoas que visitam Washington ficam mais na área do National Mall, mas eu recomendo que vc dê uma passadinha também em Georgetown. É um bairro super charmoso que mantém um pouco da arquitetura original da cidade, aquela com casinhas germinadas. Lá tem lojas, restaurantes e shoppings, tudo em ruas fofas demais. 

As ruas mais bonitinhas de Georgetown são a M street e a Wisconsin Avenue.

As casinhas históricas convivem numa boa com as repúblicas dos universitários, e assim o bairro consegue se manter jovem e bastante animado.

 Esse é um dos charmosos shoppings do bairro.

 

Eu também adorei passear pelo Washington Waterfront. É um calçadão bem agradável na beira do Rio Potomac, com uma vista linda para ponte Key Bridge

 

Baltimore

Para quem está em Wahsington DC é bem conveniente alugar um carro, pegar uma das rodovias “Beltway/495″ ou “I-95” e dar uma esticadinha até a cidade de Baltimore. A viagem dá 1 hora de carro apenas.

Eu escrevi um post sobre Baltimore e seus Pontos Turísticos. Para ler clique AQUI

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.