Cairo Egito

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

 

Cairo, a Capital do Egito

Nós ficamos 1 semana no Cairo. Vou contar aqui quais foram nossas impressões da cidade.

Minha viagem ao Egito foi marcada por grandes expectativas e também por grandes choques de realidade. Cheguei à conclusão de que o Egito é um país para viajantes e não para turistas. Teve os lados bons e ruins, mas em geral passar uns dias no Egito foi e sempre será uma experiência positiva e enriquecedora. Eu gosto muito de história da antiguidade e fui bastante interessada nisso, principalmente em vivenciar de perto como é a vida do país tão importante na época dos faraós. 

O Cairo é a cidade mais importante do país. Com quase 20 milhões de habitantes, é a cidade mais povoada da África. 

Cortada pelo Rio Nilo, a cidade é um museu a céu aberto, composto por uma mistura de antigo e moderno, que convivem nos bairros, ruas, vielas e becos. O Cairo religioso é cheio de vida e de contrastes. É uma cidade cosmopolita, com culturas diversas de diferentes civilizações.

O Cairo é amarelo! Da cor da areia do deserto do Saara.

A cidade é um caos! Pobreza, trânsito desorganizado e poluição. 

Mas então o que tem de tão atraente no Cairo para que tantos turistas o visitem? Lá temos a oportunidade de contemplar alguns dos monumentos mais supreendentes do mundo, como as pirâmides por exemplo, e ver de perto como é a nação que já foi o império todo poderoso na antiguidade.

Leia tudo sobre as pirâmides, clique AQUI

Depois de diversas invasões como a dos otomanos, de Napoleão e dos britânicos, o Cairo se tornou uma capital soberana em 1922. 

Devido ao grande número de mesquitas no Cairo, a cidade é conhecida como a "cidade dos mil minaretes". 

O clima do Cairo é árido, com verões muito quentes e invernos amenos. A época mais suave estende-se entre os meses de novembro até março, quando a temperatura máxima fica em torno de 23°C durante o dia (nós fomos em dezembro/janeiro). É importante dizer que no Egito as temperaturas diurnas e noturnas apresentam grandes contrastes. De dia faz calor e à noite faz frio.

O Cairo é uma cidade muito seca e as chuvas são escassas. Nos meses de inverno podem ocorrer chuvinhas ocasionais. São comuns aconteceram as tempestades de areia, mais habituais nos meses mais quentes.

No Cairo, a religião predominante é o islã. 90% da população é muçulmana sunita. Também vive na cidade uma minoria cristã. Além disso, tem ainda uma pequena comunidade de judeus. Estas comunidades religiosas vivem lado a lado de forma pacífica. 

  Nos Mc Donalds há um biombo que divide o lado das mulheres e dos homens.

 

A vestimenta das mulheres segue o padrão dos países muçulmanos. Então é bom sempre levar na bolsa um echarpe para cobrir os ombros e cabelos na hora de entrar em mesquitas e prédios publicos.

Aliás, é claro que as crianças muçulmanas tinham que ter brinquedos compatíveis com os costumes religiosos delas né. E eu comprei no Cairo uma linda boneca de burca. Um souvenir que não tem preço! Guardo até hoje com muito carinho. 

No Egito eles rezam 5 vezes ao dia e as orações ecoam pelos minaretes das mesquitas. As pessoas param o que estão fazendo para orar. Nosso guia parava sempre e nós respeitamos claro.

Nós fomos no final de dezembro e lá não se comemora nem o Natal nem o Ano Novo. O que vimos pelas ruas foi o ritual do sacrifício, onde as pessoas matam ovelhas pelas ruas mesmo. Foi chocante e marcante pra nós, mas viajar é exatamente isso! Vivenciar culturas e religiões diferentes.

Quanto à segurança, eu tenho a dizer que em relação aos países muçulmanos que estivemos, TODOS eram seguros. Talvés por causa da religião ou princípios, mas a verdade que pode-se andar tranquilamente nas ruas com objetos de valor. Você jamais será assaltado ou roubado. Claro que existem os batedores de carteira nos pontos turísticos mais aglomerados, mas isso é um problema presente no mundo todo. 

A política do Egito é conturbada. O governo do Egito é uma república sob liderança militar do Conselho Supremo das Forças Armadas, que assumiu após a renúncia de Hosni Mubarak ocorrida como consequência de protestos em massa da população, e realizada em 2011. Em julho de 2012, foi eleito o primeiro presidente civil da história do Egito, Muhammad Nagib, ligado à Irmandade Muçulmana, o qual foi deposto por um golpe militar criando um cenário de instabilidade no país. O poder legislativo é comandado tanto pelo governo quanto pela Assembleia do Povo. 

É confuso eu sei. Fato é que nas ruas vimos o tempo todo policiais fortemente armados. Nós estávamos sempre acompanhados pelo nosso guia, então sentimos seguros. É importante saber o que pode ou não fazer. Onde pode ou não entrar.

O idioma egípcio é indecifrável para nós meros mortais. Pouquíssimas pessoas falam inglês e quando falam é bem ruim. É imprescindível a presença de um guia com a gente, então contrate um!!! Eu escrevi um post sobre a dificuldade de se comunicar em países de língua difícil. São regrinhas que eu sigo que dão super certo. Para ler clique AQUI →Dicas de viagem para países de língua difícil

 

Eu escrevi um post falando sobre os principais Pontos Turísticos do Cairo, dando dicas e mostrando o que visitar na cidade. Para ler clique AQUI

 

Leia também:

Pirâmides de Gizé e a Esfinge

As Pirâmides de Saqqara e a Fábrica de Tapetes

Os principais Pontos Turísticos do Cairo - O que visitar

Aconteceu Comigo! Mulheres são trocadas por camelos no Egito

Alexandria, a segunda maior cidade do Egito

Informações e Curiosidades sobre o Egito

Outras Cidades e Passeios pelo Egito

Dicas de viagem para países de língua difícil

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.