Nice - Provence Côte d'Azur - sul da França

Choose the Language ↓ Escolha o Idioma

EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
 
 

  1. Catedral de Notre-Dame de Nice
  2. Praça Masséna
  3. Centro Histórico
  4. Promenade des Anglais
  5. La Colline du Château
  6. As Praias de Nice
  7. Museu Matisse
  8. O Carnaval de Nice
  9. Villefranche-sur-Mer

 

  • Nice é uma importante cidade do sul da França que fica na região da Provence Côte d'Azur, a chamada "Costa Azul" do Mar Mediterrâneo, famoso balneário de verão com praias lindas e luxuosas, mais conhecida como Riviera Francesa.

  • Nice é a segunda cidade mais visitada da França depois de Paris

  • Quem nasce em Nice é Niçois. Tudo o que é de Nice é chamado de niçoise (Ex: culinária niçoise)

 

Catedral de Notre-Dame de Nice

Caminhamos pela Avenida Jean Médecin que é uma das principais da cidade. É uma avenida movimentada, cheia de lojas, shoppings e linhas de metrô de superfície. 

Nessa avenida fica a Catedral de Notre-Dame de Nice. É a maior igreja da cidade. Foi construída em 1864 de acordo com os planos do arquiteto francês Louis Lenormand, que depois também projetou da catedral de Mônaco. A fachada é inspirada na Notre-Dame de Paris com duas torres de 31 metros de altura. 

Por dentro, tem estilo neogótico, inspirada na catedral de Angers com uma grande rosácea. A construção da catedral foi parte de um desejo das autoridades de "afrancezar" a cidade após a anexação do Condado de Nice à França. 

Atentado terrorista: A catedral de Nice infelizmente foi palco de um atendado terrorista em outubro de 2020. Um rapaz tunisiano de 21 anos invadiu a igreja com uma faca e depois de gritar “Alá é grande” em árabe, matou 3 pessoas. Entre os mortos havia uma brasileira. Esse foi o 2º atentado terrorista em Nice. O 1º foi em 2016 no calçadão à beira mar, o Promenade des Anglais. Vou falar dele mais à frente. 

 

Praça Masséna

Caminhamos pela Avenida Jean Médicin até chegar na principal atração de Nice, que é a Praça MassénaA praça tem esse nome em homenagem a André Masséna que nasceu na cidade. Ele foi um comandante militar muito admirado por Napoleão e defendeu a França durante importantes batalhas. 

A praça Masséna fica bem no centro de Nice, no cruzamento das avenidas mais importantes da cidade. É uma praça bastante ampla, rodeada por edifícios de cor ocre avermelhado com janelas azuis ou verdes, uma forte característica da arquitetura italiana. Essa região da França, por estar bem perto da fronteira com a Itália, sofreu bastante influência. O layout da praça foi desenhado por Joseph Vernier em 1843. 

Antigamente, Nice pertencia à Grécia e para lembrar esse fato aos visitantes, ao sul da Praça Masséna fica a Fontaine du Soleil (Fonte do Sol) com uma estátua de 7 metros de altura do deus Apollo, da mitologia grega. 

A praça sempre foi palco de grandes eventos públicos, feiras de Natal e festas típicas. É rodeada de cafés e restaurantes. 

A praça possui uma instalação de arte. “Conversa em Nice" é uma obra do artista Jaume Plensa que consiste em 7 estátuas de resina sentadas a mais de 10 metros de altura em postes de aço. Durante o dia, as estátuas são brancas, mas à noite, brilham em cores diferentes iluminadas por dentro como abajoures. As representam os 7 continentes.

  Foto: Ricardo Freire.

  Foto: Raphaela Curi.

 

Centro Histórico

Nice é uma cidade com pitorescas ruas estreitas que datam do século 17. Saindo da praça Masséna, logo atrás da Fonte de Apollo, fica a rua Saint François de Paule. Já que não dá pra gente rodar a cidade inteira, caminhar por essa rua resume bem o que Nice representa.

Na rua Saint François de Paule ficam a Prefeitura (na França, a prefeitura sempre se chama Hôtel de Ville), o Ópera (Teatro Municipal), vários bares e restaurantes, mercados de peixe e de flores, lojas de bebidas (principalmente de vinhos e champagnes) e uma famosa confeitaria, a Maison Auer.

Maison Auer, famosa pelas suas frutas cristalizadas vendidas à granel, é uma confeitaria muito visitada por turistas e moradores.

Daqui a gente avista ao longe a Colina do Castelo (Colline du Chateau). Vou falar dela mais adiante.

 

Promenade des Anglais

O Promenade des Anglais é um grande calçadão à beira mar que levou esse nome porque anteriormente era o local de um resort muito procurado pelos ingleses durante os meses de inverno. Como na Inglaterra é muito frio, eles vinham pra cá em busca de temperaturas mais amenas. 

O Calçadão dos Ingleses é enorme. Tem 5 Km de extensão e vai do Centro Histórico até o aeroporto de Nice. Caminhar pelo calçadão é muito agradável, porque além de passármos pelas praias, vamos vendo pontos turísticos importantes, como o Hotel Negresco, o Jardin Albert I, o Cassino Palais de la Méditerranée e o Museu Masséna.

   Olha que foto linda, esses dois velhinhos juntos...

 

Atentado terrorista: Em 2016, no dia das celebrações do feriado da Queda da Bastilha (muito comemorado pelos franceses), um caminhão dirigido por um tunisiano de 31 anos invadiu o Calçadão dos Ingleses que estava cheio de gente, matando 86 pessoas e ferindo 458. O ataque terminou após uma troca de tiros com a polícia, que matou o condutor. O Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado.

 

La Colline du Château

A Colina do Castelo fica de frente para o Centro Histórico. Leva esse nome devido à fortaleza militar que fica lá no alto que servia de vigia da baía de Nice do século 9 ao século 18. Do Calçadão dos Ingleses dá pra ver a colina direitinho.

Lá no alto tem trilhas, e uma torre de observação com um mirante. A vista é linda. Dá pra ver toda a costa de Nice. Muita gente sobe na colina no final da tarde para assistir ao pôr do sol.

  *Fotos: Ana Elisa Teixeira.

 

As Praias de Nice

As praias do sul da França não são de areia como as do Brasil. Elas são de pedra. Apesar de bonitas e terem uma água cristalina e cor de esmeralda, as praias não muito confortáveis para caminhar nem para deitar, porque as pedras machucam um pouco. 

Por isso, ao longo da costa tem muitos trechos de praias privadas (pagas) que oferecem cadeiras, espreguiçadeiras e até tapetes para não machucar os pés. Quem não quiser pagar a diária, pode usar as praias públicas, porém não oferecem o mesmo conforto. Na maioria das praias não é permitido fumar.

Em Nice, as praias não têm ondas. Eu adoro praia assim! Parece um grande lago. A gente não leva caldo, o bikini fica no lugar, o cabelo não atrapalha e a gente sai do mar tão plena quanto entrou! aloka

Outra característica é que a água fica profunda muito rápido. Basta alguns passos e já não dá pé. Ali pertinho da margem já ficamos totalmente submersos. Eu fui no verão e a água estava quentinha. O clima estava bastante agradável e deu para aproveitar bastante.

Certos comportamentos são bem comuns em praias da Europa. Culturalmente, os europeus são bem diferentes que nós brasileiros quando vamos à praia. Por exemplo: 

  • Eles não colocam música alta
  • Por causa das pedras não dá para deitar em cangas, tem que usar um colchonete senão machuca
  • Tem que usar um sapato especial também, que protege os pés (nada de chinelos de dedo!)
  • Muitas mulheres fazem topless 
  • Fora da praia não pode usar roupa de banho senão é multado... etc

Então é bom ir sabendo dessas diferenças pra não fazer feio por lá. Eu escrevi um post sobre as Praias da Croácia, mas as características servem para a maiorias das praias da Europa. Leia AQUI

Eu já fiz topless algumas vezes por lá. É a coisa mais comum que existe. Mas pra nós brasileiras não é um processo tão simples assim. O primeiro topless a gente nunca esquece! Leia AQUI 

 

Museu Matisse

Henri Matisse (1869-1954) foi um artista francês conhecido por seu uso da cor e sua arte de desenhar fluida e original. Foi um desenhista, gravurista e escultor, mas é principalmente conhecido como um pintor. Se destacou no Expressionismo e Pós- Impressionismo.

O artista passava os invernos em Nice (que tinha temperaturas mais amenas) e depois decidiu ficar na Côte d’Azur, onde ele considerava um paraíso, conforme está descrito em seus quadros. Matisse viveu e trabalhou em Nice de 1917 à 1954. Faleceu com 87 anos de câncer e seu corpo está sepultado no cemitério da cidade.

O Museu Matisse em Nice é um museu municipal dedicado à obra do pintor. Foi inaugurado em 1963. Reúne uma das maiores coleções do mundo de suas obras, traçando seu início artístico e sua evolução através de suas últimas obras. O ingresso custa 10 euros por pessoa. Consulte horário de funcionamento no Site oficial do museu →https://www.musee-matisse-nice.org/?_locale=en

 

O Carnaval de Nice

É o maior carnaval da França e um dos mais famosos do mundo. Acontece todos os anos em fevereiro, durante duas semanas. As festividades atraem muitos turistas que vão à Nice para assistir aos desfiles dos carros alegóricos e a Parada das Flores na Promenade des Anglais.

  Foto da Internet.

 

Villefranche-sur-Mer

Na ocasião em que conhecemos Nice, nós estávamos fazendo um Cruzeiro pelo Mediterrâneo e o navio ancorou por lá para uma parada de 1 dia, e nós desembarcamos para conhecer a cidade.

Os navios de cruzeiro não ancoram em Nice propriamente dito. Eles usam o porto da cidade ao lado, que se chama Villefranche-sur-Mer, que é uma pequena e charmosa cidade mediterrânea portuária que existe claramente para dar apoio à Nice no que se diz respeito ao turismo regional. Nice é capital do departamento dos Alpes Marítimos da Provence mas o porto fica em Villefranche.

   Nosso navio ancorado no porto.

Ao redor do porto tem muitos hotéis e restaurantes. Nota-se que é uma cidade "de passagem". Muitos turistas devem usar ali como base para seguirem para outros destinos, como Nice, Mônaco e outras cidades da região da Provence

Villefranche (assim como Nice) é cheia de prédios antigos pintados em tons de tijolo com as janelas azuis ou verdes, uma característica de origem italiana típica dessa região. 

Em Villefranche tem uma pequena praia (bem pequena mesmo), com uma estreita faixa de areia. A praia se chama Plage Deli Bo les bains. Quem não quiser se dar ao trabalho de se deslocar para outras cidades, pega praia por aqui mesmo. Muita gente do navio faz isso.

De Villefranche à Nice, pegamos um trem. A estação fica bem perto do porto, a apenas alguns metros de caminhada. O trem é o mesmo que liga Nice à Mônaco. Aliás, os turistas se dividem ali. Muitos vão para Nice, mas muitos vão para Mônaco, que é bem perto também (fica à 22 Km de Villefranche).

 Veja o que fazer em Mônaco em 1 dia. Clique AQUI

A viagem de trem de Villefranche até Nice é rápida, dura uns 20 minutos. Logo chegamos na estação central de Nice. 

Como alternativa, há uma passarela totalmente pavimentada e segura que liga Villefranche à Nice pela costa, para as pessoas fazerem esse trajeto a pé. É um belo passeio para um dia livre. A caminhada de 3,5 Km leva cerca de uma hora e meia e vai beirando o mar com vistas incríveis.

 

Leia também:

Mônaco e o distrito de Monte Carlo

A Provence e seus lindos vilarejos

Campos de Lavandas da Provence

Outras cidades e passeios pela França

Ana Cassiano

Morei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.

MMorei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.orei na Alemanha por 8 anos. Já visitei vários países de continentes diferentes. Sou Guia de Turismo em São Paulo, Escritora de Viagens e Colaboradora de Sites de Turismo.